Sirgaserj

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Petrobras corta imposto sindical de seus petroleiros a partir de março, FUP promete resistência

Petrobras anunciou ontem(15) que o imposto sindical não será mais descontado da folha de pagamento de seus funcionários, surpreendendo sindicatos de petroleiros de todo país que prometem recorrer desta decisão

A Petrobras acaba de se fazer valer da Medida Provisória editada no dia 2 de março pelo então presidente Jair Messias Bolsonaro, que visa extinguir o desconto do imposto sindical em folha de pagamento, consequentemente o fim da obrigatoriedade sem a prévia permissão do colaborar. A FUP ( Federação única dos Petroleiros) foi surpreendida nesta sexta-feira com o comunicado oficial da estatal, suspendendo as mensalidades e os repasses a entidades sindicais afiliadas.

Leia mais...
 

Revendedores do estado do rio de janeiro

Atenção revendedores do estado do rio de janeiro, estamos preparando um grande evento com

a escola do gás para o dia 26 de março, faça sua inscrição...

 

 

Leia mais...
 

DECRETO Nº 9.723, DE 11 DE MARÇO DE 2019

DECRETO Nº 9.723, DE 11 DE MARÇO DE 2019

Altera o Decreto nº 9.094, de 17 de julho de 2017, o Decreto nº 8.936, de 19 de dezembro de 2016, e o Decreto nº 9.492, de 5 setembro de 2018, para instituir o Cadastro de Pessoas Físicas - CPF como instrumento suficiente e substitutivo da apresentação de outros documentos do cidadão no exercício de obrigações e direitos ou na obtenção de benefícios e regulamentar dispositivos da Lei nº 13.460, de 26 de junho de 2017.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84,caput, incisos IV e VI, alínea "a", da Constituição, e tendo em vista o disposto na Lei nº 13.460, de 26 de junho de 2017,

D E C R E T A:

Art. 1º A ementa do Decreto nº 9.094, de 17 de julho de 2017, passa a vigorar com as seguintes alterações:

 

Leia mais...
 

Petrobras eleva GLP industrial e comercial em 6%

A MUDANÇA FEITA PELA MAIOR PETROLÍFERA DO MUNDO OCORRERÁ A PARTIR DESTA QUINTA-FEIRA.

Nesta quinta-feira (14) o preço do gás liquefeito de petróleo ( GLP) industrial e comercial, aumentará em 6 por cento, a informação foi divulgada pela Petrobras. O GLP é vendido nas refinarias em embalagens com peso de no mínimo 13 kg, em setembro de 2018 foi registrado a primeira alta do produto.

Leia mais...
 

Governo vai incentivar competição no setor de gás

O Globo 12/03/2019 – O governo planeja reduzir em 50% o preço do gás no Brasil e, para isso, prepara um novo programa afim de redesenhar o mercado e reduzira participação da Petrobras no setor. Chamado internamente de “Novo Gás para Crescer”, ele está sendo trabalhado por técnicos da área econômica e de energia antes de as propostas serem apresentadas ao mercado e ao Congresso. A antiga proposta com esse nome foi lançada em 2016, mas não foi analisada na Câmara. O objetivo do governo é diversificar os agentes do seto reaumentar a competição, mas sem riscos regulatórios, para atrair investimentos externos para o país. Os trabalhos levam em conta sugestões enviadas pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para combater o monopólio. O projeto prevê

Leia mais...
 

RANP 774 - 2019

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS RESOLUÇÃO ANP Nº 774, DE 28.2.2019 - DOU 8.3.2019 Autoriza e institui o parcelamento administrativo de todos os créditos originários da ANP. A DIRETORIA da AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS - ANP, no exercício das atribuições conferidas pelo art. 6º do Regimento Interno e pelo art. 7º do Decreto nº 2.455, de 14 de janeiro de 1998, tendo em vista o disposto na Lei nº 9.478, de 6 de agosto de 1997, considerando o que consta do Processo n.º 48600.001549/2018 e as deliberações tomadas na 968ª Reunião de Diretoria, realizada em 28 de fevereiro de 2019, resolve: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Fica autorizado o parcelamento administrativo de todos os créditos originários da ANP, como aqueles oriundos de multas aplicadas ou decorrentes do exercício de poder de polícia, com seus acréscimos legais e contratuais. Parágrafo único. O parcelamento de que trata esta Resolução não se aplica aos créditos inscritos em dívida ativa e aos créditos decorrentes de débitos apurados e não pagos de Participação Governamental.

Leia mais...
 

Geração de energia a gás natural é opção econômica para comércio e indústria de Alagoas

Oito estabelecimentos comerciais e industriais em Alagoas já aderiram a uma alternativa para garantir geração de energia através do gás natural. De acordo com a distribuidora do combustível no estado, a Algás, além da economia, a medida adotada proporciona mais segurança e comodidade, uma vez que o gás é fornecido por meio de tubulação direto para o ponto de consumo, o que elimina os custos de logística, as áreas de risco, estoque de combustível e diminui impactos socioambientais.

Na área da hotelaria em Maceió, o mais novo estabelecimento a adotar a solução é o Flix Hotel, que acaba de ser inaugurado no bairro da Jatiúca. O gás natural oferecerá ao hotel uma economia de até 66% com gastos em energia elétrica durante o horário de ponta, que em Alagoas vai das 17h30 às 20h30, período no qual a energia elétrica é aproximadamente cinco vezes mais cara. Esse levantamento é baseado no valor do kWh do gás natural, que custa em média R$ 0,78, enquanto o custo da energia elétrica no horário de ponta chega até R$ 2,33.

Leia mais...
 

Petrobras volta a lucrar e "dar orgulho aos brasileiros", dizem analistas

Petrobras, que enfrentou a maior crise da sua história nos últimos anos, resultado de políticas intervencionistas e de casos de corrupção, anunciou seu primeiro resultado anual positivo depois de quatro anos seguidos de prejuízos.

No ano passado, a estatal conseguiu lucro líquido atribuível aos acionistas de R$ 25,779 bilhões, porém abaixo do patamar de R$ 31 bilhões esperado pelos analistas do mercado financeiro.

Leia mais...
 

Medida Provisória 873

Está em vigor a Medida Provisória 873, que proíbe o desconto de qualquer valor dos salários, para pagamento de qualquer espécie de contribuição ao Sindicato de trabalhadores.

 

De acordo com a MP, que tem força de lei, o empregado que quiser colaborar com o seu sindicato terá que faze-lo mediante pagamento de boleto bancário ou por outro meio eletrônico.

 

Os sindicatos estão proibidos de enviar os boletos bancários para as empresas e obrigados a enviar para a residência do trabalhador.

 

Portanto, recomendamos que, já a partir deste mês, nenhum desconto seja feito, mesmo que expressamente autorizado pelo trabalhador.

 

Apenas para esclarecimento, essa vedação alcança todo e qualquer desconto em favor do Sindicato, inclusive mensalidade sindical, contribuição sindical, contribuição associativa e contribuição assistencial.

 

A MP também declarou nulas quaisquer cláusulas de Normas Coletivas que estabeleçam descontos em folha, em favor de sindicatos, mesmo que decididos em assembleia.

 

Consumo de combustíveis cresce 3,8% em janeiro

RIO - Depois de se manter praticamente estável em 2018, o consumo de combustíveis começou o ano em alta. Segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), as vendas cresceram 3,8% em janeiro, ante igual mês do ano passado, para 11,215 bilhões de litros. Tradicionalmente vinculada ao desempenho da economia, sobretudo ao agronegócio e indústria, a comercialização de diesel cresceu 6,1% no primeiro mês do ano, para 4,388 bilhões de litros. Em 2018, as vendas do combustível aumentaram 1,4%. Já o consumo de gasolina mantém a trajetória de queda iniciada em 2018, em meio à perda de competitividade do produto

Leia mais...
 

Explosão de botijão de gás deixa vítima em estado grave

Explosão arremessou destroços para a rua. (Foto: Rede Social)

Na manhã deste sábado (02/03) uma explosão de um botijão de gás na rua dos Carvalhos, no Jardim Detroit, em São Bernardo deixou uma vítima em estado grave. João Marques, de 76 anos, estava na residência no momento da explosão com outras cinco pessoas que foram retiradas da casa.

O homem em estado grave estava com mais de 60% do corpo com queimaduras de 1° e 2° graus recebeu os primeiros socorros da equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas, devido a gravidade do seu estado, teve que ser removida pelo helicóptero Águia da Polícia Militar até o Hospital Estadual Mário Covas.

Leia mais...
 

Exxon, Chevron de petróleo criam o Consórcio Blockchain de Petróleo e Gás

A tecnologia blockchain está atraindo opiniões e empresas interessadas para desenvolvimento de  tecnologias baseadas nela. Desta vez, sete companhias globais de petróleo e gás, incluindo as gigantes da indústria norte-americana ExxonMobil e Chevron, formaram um consórcio de cadeias de bloco, de acordo com um press release de 26 de fevereiro.

Leia mais...
 

Shell abre programa de estágio no Rio

A empresa Royal Dutch Shell (Shell), está abrindo processo seletivo para estágio na unidade do Rio de Janeiro.

As contratações de estágio são por meio do Shell Iniciativa Jovem, que é o programa de estágio da empresa. O programa visa a contratação de jovens entre 20 e 34 anos, com ensino médio completo. Além disso, para estagiar na empresa é preciso morar no Rio de Janeiro.

Leia mais...
 

Comerciantes veteranos são acrescentados ao comércio de petróleo em massa pela Exxon

Com o propósito de aumentar ainda mais as capacidades de negociação e fontes familiarizadas a Exxon Mobil Corp contratou veteranos do ramo do petróleo. Visando romper com o passado, a empresa vem construindo um novo quadro global de traders experientes e reforçando os sistemas de gerenciamento de risco para obter lucro.

Leia mais...
 

Operação flagra armazenamento e venda irregular de gás de cozinha

 

Local onde era armazenado gás que era revendido em mercado. (Foto: Divulgação/PolíciaCivil) Local onde era armazenado gás que era revendido em mercado. (Foto: Divulgação/PolíciaCivil)

Operação da Polícia Civil de combate a venda irregular de gás de cozinha, flagrou um comerciante, de 55 anos, que armazenava os produtos sem as mínimas condições de segurança, nesta quinta-feira (28) em Jaraguari, a 44 quilômetros de Campo Grande.

No estabelecimento chamado os agentes da Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo) encontraram 12 botijões de gás, sendo 10 de 13 Kg cheios e mais 2 botijões de 13 Kg vazios.

 

O empresário negou que vendesse gás em seu mercado e disse que o estoque era para uso próprio, no entanto, vai responder por crime contra a ordem pública.

Ainda conforme a Decon dos 7 estabelecimentos no município, onde havia suposto comércio do produto foi constatado que 3 deles encontravam-se em situação regular; 1 estava com as atividades encerradas e em 2 eles não eram vendidos.

Fonte:https://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/operacao-da-pc-flagra-armazenamento-e-venda-irregular-de-gas-de-cozinha

 

Shell vê o comércio global de GNL aumentando este ano

Mais desenvolvimentos estão em andamento que mostram até que ponto os mercados globais de gás natural liquefeito (GNL) progrediram nos últimos cinco anos. Até recentemente, o combustível super-resfriado era comprado e vendido principalmente por meio de acordos de longo prazo, onde o comprador geralmente se inscrevia para acordos de 15 ou 20 anos, o que ajudava os produtores a financiarem projetos maciços de capex.

Leia mais...
 

Com pesquisa, campo-grandense pode economizar até R$ 24 na compra do gás de cozinha

Levantamento da ANP mostra bairros mais caros e mais baratos; saiba qual cidade de MS tem o preço mais em conta

O preço médio do gás GLP, de 13 quilos, está custando R$ 69,32, conforme o

Leia mais...
 

Setor de óleo e gás abre vagas para operador de produção e oferece salário de R$ 2.1 mil

Vagas para operador de produção para empresa do segmento de óleo e gás

Empresa de grande porte do segmento de óleo e gás, abre processo seletivo para contratação de 5 operadores de produção, para operação em Duque de Caxias/RJ.

Leia mais...
 

Décio Oddone: ‘devemos evitar subsídios e intervenções’ no setor de óleo e gás

O diretor-geral da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), Décio Oddone, 59 anos, defende que não haja subsídios e intervenções do governo no setor de óleo e gás. Oddone referia-se à criação do chamado Brasduto, já aprovado pelo Senado e pronto para ser votado na Câmara. Em entrevista ao Poder360 na 3ª feira (26.fev.2019), ele afirmou: “Devemos evitar, sempre que possível, subsídios, fundos e intervenções. Deixamos o mercado trabalhar e construir os gasodutos que forem viáveis no seu tempo. Devemos deixar para trás os momentos de intervenção, de dirigismo e de uso de recursos públicos para atividades distintas das mais nobres do Estado, para quais faltam recursos no Brasil.” 

Leia mais...
 

Sicoob é extinta e deixa prejuízo de R$ 114 milhões a associados

 

O Banco Central determinou, no início deste mês, a extinção da Sicoob Unimais Bandeirante (Cooperativa de Crédito dos Médicos e Demais Profissionais da Saúde, Pequenos Empresários, Microempresários e Microempreendedores), com sede em Americana. O órgão aprovou a incorporação dela, com seus direitos e obrigações, por outra cooperativa com sede em Goiânia (GO). Na avaliação de diretor, a incorporação “evitou o pior” – leia aqui.

Leia mais...
 


JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

Banner
Banner
Banner

Notícias:

Distribuidoras:

Usuários online

Nós temos 20 visitantes online